6 Sites e Aplicativos para encontrar emprego fora do Brasil

O post que escrevi há alguns dias com 12 dicas para trabalhar fora do país rendeu uma chuva de contatos com diversas dúvidas. Assim, iniciamos agora uma série de posts onde vamos abordar com um pouco mais de profundidade os principais tópicos para a busca de um emprego fora do Brasil.

No post de hoje, vou te contar quais são os principais sites e aplicativos disponíveis que podem auxiliá-lo a transformar o sonho em realidade e, finalmente, ter uma experiência de trabalho internacional. Quando eu me mudei para a Holanda, sabia que não seria fácil encontrar um emprego na minha área. Estava disposto a trabalhar no que fosse necessário nesse início, pois sabia do meu potencial e que poderia crescer rapidamente no emprego que fosse e que o principal seria dar o primeiro passo. Entretanto, conhecer as ferramentas certas e ter perseverança para seguir tentando depois de diversos “nãos” foi fundamental para dar início à minha carreira por aqui.

Mas de nada adianta nos cadastrarmos em todos os sites de emprego sem termos um currículo organizado e uma Cover Letter. Esses serão os temas do próximo post. Para receber, inscreva-se em nossa newsletter e nos acompanhe nas redes sociais, pois sempre anunciamos nossos novos vídeos e posts por lá.

Conheça os 6 principais sites e aplicativos para busca de emprego fora do Brasil

1- LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social para profissionais e é um dos melhores – se não o melhor – lugar para encontrar pessoas da sua área de atuação, buscar vagas de emprego e se conectar a um novo mercado. Monte o seu perfil no LinkedIn (em inglês ou no idioma local, é claro) e utilize suas ferramentas para buscar por vagas e pessoas que possam lhe auxiliar a entrar no mercado no país em que você deseja. Sugiro também que você contrate uma conta premium do LinkedIn; ela possibilita que você entre em contato com um número muito maior de pessoas, além de poder criar filtros avançados para encontrar as pessoas corretas e as vagas ideais. Caso você tenha dúvidas sobre como montar seu perfil, existem diversos blogs online explicando como criar seu perfil no LinkedIn de forma a otimizar seus resultados. Veja aqui!

2- LinkedIn Jobs

Além do aplicativo normal do LinkedIn para smartphones, eles também disponibilizaram recentemente o aplicativo LinkedIn Jobs. Eu recomendo muito que você utilize esse aplicativo para buscar seu emprego – ele foi montado para ajudar pessoas com esse objetivo e cumpre muito bem sua missão. Apesar de as funcionalidades serem as mesmas do LinkedIn normal na versão web, o aplicativo conta com uma usabilidade tão boa que eu costumava utilizá-lo mais do que o website. Além disso, você pode criar alertas e interagir com as vagas de forma mais prática.

Download na PlayStore | Download na AppleStore

3- Landing Jobs

O LandingJobs é outro tipo de rede social focado em relações profissionais. Apesar de não ser tão disseminado quanto o LinkedIn, ele pode ser uma boa alternativa para profissionais do setor de tecnologia que buscam vagas na Europa. Sua interface é bem intuitiva, então acesse o Landing Jobs, crie seu perfil e corra atrás de novas oportunidades.

4- Angel.co

O Angel.co é ainda outra rede social focada em profissionais. Nessa vez, o principal alvo são Start Ups em busca de colaboradores e, até mesmo, sócios e investidores, assim como colaboradores e investidores em busca de Start Ups. Caso você tenha interesse em buscar um emprego ou acha que pode oferecer seus conhecimentos para se tornar sócio de uma Start Up, esse é o lugar para você.

5- Google

Apesar de existirem diversos sites focados em busca de empregos, o bom e velho google não pode ser esquecido. Por meio dele você pode encontrar diversas notícias de vagas disponíveis em mercados ou setores específicos, bem como encontrar o site das empresas com potencial de empregá-lo. Você é um designer? Que tal buscar por “Design Agencies in Amsterdam”? Você trabalha na indústria de bebidas? “Beer companies in Amsterdam”. E assim por diante. Dessa forma, dentro do site dessas empresas, você pode achar o setor de vagas (todas as empresas grandes possuem um site específico para vagas) e se cadastrar; ou acabar voltando lá para o LinkedIn e buscando pessoas que trabalham nessas empresas, iniciando um contato direto.

6- Sites e agências regionais

Todo o lugar tem os clássicos sites e agências de emprego. No Brasil, sei que existiam alguns como Catho, o Vagas, entre tantos outros. Aqui na Europa não é diferente. Apesar de eu não conhecer grandes websites para recomendar nesse sentido, aqui na Holanda eu pude conhecer alguns. Abaixo, mostro algumas dessas agências holandesas (existem muitas outras!) mas, caso você tenha interesse em outro país, Google it!

https://www.undutchables.nl | http://www.nederlandvacature.nl/ | https://www.adamsrecruitment.com/ | http://www.expatica.com | http://www.monsterboard.nl/

Caso vocês tenham alguma dúvida ou sugestão de outros sites e aplicativos que eu não citei, por favor, deixem aqui nos comentários!

Além disso, caso você já tenha tido uma experiência de trabalho internacional, conte sua história para a gente aqui embaixo!

Sejam Felizes. Vivam por aí. Tchau!

Seguir:

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *